Segunda-feira, 30 de Outubro de 2006

Cozinheira eu?? Oh sim, claro!!

    Como o meu stor de educação física diz enquanto estamos a jogar basquete:
    - Primeiro temos que jogar, devagar e aplicando as técnicas e regras que conhecemos. Depois de as sabermos bem, ai sim, é que podemos começar a fazer as coisas mais depressa.


    Bem, eu posso dizer que isto que o meu stor diz também se pode aplicar a outras coisa.. Como por exemplo quando estamos na cozinha!!


    Pois é. Enquanto somos aprendizes em algo temos que estar sempre atentos e fazer as coisas com calma e concentração..


    Mas isto é tudo muito giro dito assim.. Mas na verdade não é bem aplicado desta maneira. E eu que o diga.




    Ou seja, tudo isto para contar que eu sou um desastre completo a cozinhar, ok, não é que não seja um desastre a mais coisas mas ok... no coments .


    Bem, como eu ia a dizer eu sou um autêntico desastre na cozinha...
    Hoje estava a fazer o almoço, ok, metade do almoço, porque a carne era só aquecer, mas as batatas tinham que ser fritas, e para fritar as batatas tive que ir aquecer o óleo (lógico!!). Mas ai está o problema. Aqui a menina Rita meteu o fogão no máximo e foi para o quarto arrumar a roupa. Sendo escusado de dizer que a menina se esqueceu que tinha o fogão no máximo.
    Passado uns 10 minutos, quando chegou à cozinha aquilo era uma grande fumarada que mal se via um palmo à frente do nariz.

    Mas a inteligência desta menina não acaba aqui... esta menina apagou o fogão e foi passado uns dois ou três minutos meter as batatas a fritar. Conclusão, como o óleo estava super quente aquilo começou a deitar fora. Mas a menina deixou lá as batatas à mesma. Porém, ao fim de uns miseros minutos a menina achou por bem tirar as batatas e provar uma (pois pensava que elas já estavam prontas :X), resultado, queimou a língua e as batatas estavam cruas.

    ...
      

    E pronto, no fim de tudo isto, a menina Rita ganhou juízo e decidiu esperar que chegasse a mãe antes que fizesse mais m***a.








    Agora digam lá, sou ou não sou um génio na cozinha???
    Ah, mas não se esqueçam que ninguém faz um bolo de bolacha como o meu!!


Domingo, 22 de Outubro de 2006

Um mês e pouco de aulas

    Sem muito para escrever mas com uma grande vontade de o fazer...

    As palavras parecem que não saem.. Em vez disso ficam aqui dentro de mim.. Talvez por estar frio elas tenham medo de sair.. Será??


    Existem tantos coisas que nos provocam desgostos...
    Outras tantas que nos provocam alegrias.. E outras que nos são indiferentes...




    As aulas devem ter começado à cerca de um mês e qualquer coisa e já senti tantos sentimentos..


    Tristeza.. acompanhada por uma vontade de chorar e uma vontade ainda maior de me esconder num buraco e de só sair de lá quando tudo estivesse mais calmo...
    Alegria... que vem junta com a emoção de conhecer pessoas novas
    Indiferença..
    Compaixão..
    Amizade..
    Amor.. Fraco..                    Amores.. Fracos...
    ... e mais umas tantas.




    Porque com isto tudo eu sei que...

    - não gosto dele, nem dele.. É apenas um fraco.. Uma vontade de gostar de alguém... ???  Mas uma vontade que me deixa enervada e cheia de ciúmes cada vez que falam nele ou nele...
    - ignorei a Ana Santos.. tipo, eu sei que não o queria fazer, mas fiz... Eu, Ana Rita Batista Ferreira, deixei a minha melhor amiga triste..   =(   
    - me chateei com a Ana Paula, e agora as coisas entre nós... bem, agora já não há nada entre nós... Pelo menos é o que parece, será que ainda há uma esperança de as coisas voltarem a ser como eram???  Eu sei que quando ela estava chateada com a Joana e com a Filipa disse que nunca mais ia ser amiga delas como era, mas não é o que parece. Será que nós podesmos voltar a ser amigas como eramos???
    - tenho que aproveitar a minha vida, pois ela é única, e só se vive uma vez.


***

Sexta-feira, 6 de Outubro de 2006

If there's a way...

    Porque é que há momentos em que só nos apetece chorar??

    Porquê??






       . . .             . . .             . . .







    Porque é que nestes momentos ouvimos uma música, e sem razão aparente ela parece que se encaixa na nossa vida, nos nossos problemas? Parece que é um espelho dos nossos sentimentos...
    Será que é a letra?? Será que é a música??




Build a bridge to your mind
takes me there everytime
lay it all on the line
if there’s a way

build a bridge, make a path
overlook the aftermath
make my tears be your bath
if there’s a way
only if you’ll take a ride
go with me to the other side

    even though it’s gonna crumble down
    i’ll keep building till you come around
    even though it’s gonna fall apart, break my heart
    i’ll keep building ‘till i die

build a bridge of memories
stretch it out overseas
to the end of the world
if there’s a way
build a bridge made of pain
send my longing down the drain
have no reasons to complain
if there’s a way
only if you’ll take a ride
go with me to the other side

even though it’s gonna crumble down
i’ll keep building till you come around
even though it’s gonna fall apart, break my heart
i’ll keep building ‘till i die

wait… wait for me….wait… please wait for me (x2)

even though it’s gonna crumble down
i’ll keep building till you come around
even though it’s gonna fall apart, break my heart
i’ll keep building ‘till i die (x2)

I feel: com vontade de chorar
Music: Limp Bizkit - Build a Bridge
tags:

Quarta-feira, 4 de Outubro de 2006

Mas que situação é esta??

    Será que agora penso todos os dias em ti pelas piores razões??
    Porquê??
    Será que não posso pensar em coisas boas que há entre nós??
   Porque é que eu sinto que cada dia que passa estamos mais afastadas uma da outra??
    Porquê??
    Será que algum dia vamos voltar a estar como estavamos??
    Será que esse dia vai demorar muito a voltar??
    Ou melhor...  Será que algum dia ele vai voltar??


    Mas que situação é esta??
    Já não gostas mais de mim??
  Já alguem me substituiu?? É que é para que saibas ninguém te substituiu.

   


    :'(
    * * *
   

Terça-feira, 3 de Outubro de 2006

E se pudesse voltar atrás...

    Porque os tempos mudam, porque as pessoas mudam, porque o tempo muda, porque os locais muda... porque quase tudo muda... Há coisas que continuam a enfrentar o tudo e todos e nunca mudam...


    Porque se pudesse voltar atrás não ia fazer aquilo, porque se pudesse voltar atrás não te deixaria só, porque se pudesse voltar atrás iria ter estado lá, iria ter sido capaz de te compreender, de te ajudar...




    O sentimento que cada um sente é único, não sei o que sentes, ele não sabe o que sinto, nem ela, nem ninguém. Porque se não há duas pessoas iguais, também não há dois sentimentos iguais...





    E apenas, por não haver dois sentimentos iguais ninguém sabe o que o outro sente..



    Mas porque quero dizer algo que sinto mas que não sei como dizer, estou a ficar baralhada.. mas continuo a saber que na minha vida cada pessoa tem um lugar e é insubstituível...


    Porque também sei que não sou perfeita, porque também sei que ninguém é perfeito...

    Porque sei que já não posso voltar atrás...


    Só posso dizer desculpa pelos meus actos, nunca te quis magoar, adoro-te.


    :'(



    * * *
I feel: que vos estou a magoar

●More about me


See me

To be my friend

. 8 seguidores

●Trying 2 find

 

●Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
30
31


●Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

●Not to long ago i wrote...

Far Away

Take 1 - finished

All i know is that it las...

Nós e o resto.

Capta o momento

Someone to ...

Only this.

The first of the year.

One call away

Nothing 2 say

●Old stuff

Dezembro 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

●tags

todas as tags

●Favourites

16 years ago the possible...

...

Reflexão ou sentimento de...

SAPO Blogs

●subscrever feeds